Que tamanha belesa !

Que  tamanha belesa !

quarta-feira, 26 de maio de 2010

saudade.

poesia: A saudade é uma dor que esfaqueia o peito
Sangra jorra e hemorragia a alma.
trazendo feridas e consêquencias
de tamanho montanhesco.
saudade dor que mata aos poucos .
saudade inebria e entorpece. deixando
o coração vicioso em pensamentos passado.
tenho saudade de coisas que já foi passado.
tenho saudades do pirolito infantiu.
tenho saudades do primeiro beijo,
tenho saudades do primeiro toque.
tenho saudades dos mistério que descobrir!
tenho medo tenho neuroses
tenho pressa em não mais sentir saudades.
flavia mel.

4 comentários:

  1. aqui esto eu .
    agora sou eu e meu eu.
    estou tão deslocada;de dentro de mi.
    recebi um chamado de dentro de mimha própia consciaência.
    uma intimaçao bem clara do que devo fazer.
    sera que algum dia podereiser feliz.
    gostaria de encontrar flores mágica.
    gostaris encontra um amor!
    mostra para o mundo toda minha desposiçao.
    por enguanto sou eu e meu eu .
    até um dia afelicidade bater em minha porta.

    ResponderExcluir
  2. a magia encantadora do por do sol

    ResponderExcluir